Para fazer montanhismo com todo o Direito - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Expectativas para a SBM

Para fazer montanhismo com todo o Direito


Colunista:

Neste mês será realizada a Primeira Semana Brasileira de Montanhismo no Rio de Janeiro. Neste evento iremos discutir e buscar soluções para os problemas do montanhismo nacional. Neste breve artigo, vou deixar explicita minhas expectativas.

Desde 2008 utilizo este canal para manifestar minhas preocupações sobre os rumos do montanhismo nacional.  Já expressei minha opinião política, sempre embasada com conhecimentos científicos sobre problemas como proibições e falta de incentivo em nosso esporte. Dissertei sobre interpretações errôneas sobre o que são impactos ambientais, critiquei o preservacionismo exagerado nas Unidades de Conservação, comparando as proibições com o paradigma do Mito Moderno da Natureza Intocada entre outras reflexões.

Parques proibidos 21/10/2008

Retrocesso da escalada 10/12/2008

Chamem a Polícia, pois é proibido escalar! 05/10/2009

O mito moderno da natureza intocada 17/11/2009

Ambientalismo da destruição das montanhas 07/12/2009

Qual é o limite de sua obediência? 04/05/2010

Impacto Ambiental: Discurso politiqueiro ou ambiental de fato? 11/06/2010

Para liberar escaladas em Parques: Um exemplo! 26/09/2010

Ao longo do tempo, vejo que minhas palavras foram muito assimiladas e são bastante repetidas nas discussões sobre os problemas do montanhismo do Brasil. Tanto é que as proibições lideraram a demanda da comunidade de montanhistas brasileiros quando a CBME fez uma pesquisa sobre quais mesas redonda realizar durante o evento. Críticas no entanto não bastam, é necessário uma solução.

Em 2010 ajudei uma montanhista chamada Camila Dias dos Reis a fazer seu trabalho de conclusão de curso em Direito, comparando o montanhista com populações tradicionais sob a ótica das idéias sócio ambientalistas. Por isso, vejo que os problemas do montanhismo não são um problema de conceito ambiental, mas sim de Direito e cidadania.

Como aprendiz, não tenho muito que ensinar e nem a dizer, muito menos a resumir. Acredito que o trabalho da Camila muito tem a colaborar com os propósitos da SBM. É por este motivo que deixo disponível a todos (e com minhas recomendações) que este trabalho seja lido e discutido durante o evento.  É esta minha expectativa.

Leia na íntegra: Para fazer montanhismo com todo o Direito.




Publicidade:


Serviços Especializados


GenteDeMontanha

Publicidade

Publicidade